A Não-Revolução

Nova Era: o que ela é e o que ela não é

É comum eu ver na internet a expressão “Nova Era” associada a uma série de besteiras, confusões, generalizações, e misturebas. Escrevo esse artigo tanto para desmistificar algumas concepções distorcidas, quanto para rir um pouco do preconceito alheio. Como a enrolação que fizeram foi excelente, tive que organizar por tópicos. Lá vai:

A Nova Era é um movimento organizado pelo Diabo

Pra começar, a Nova Era não é um movimento, não é organizada, e nem tem Diabo no meio. O conceito da nova era vem da Astrologia. Mais ou menos a cada 2000 anos, o Sol muda o signo no qual ele nasce durante o Equinócio da Primavera. Atualmente ele nasce no signo de Peixes, e de acordo com vários astrólogos, só passará a nascer no signo de Aquário por volta de 2600. Claro que não é um processo mecânico, mesmo estando alguns séculos antes dessa transição, já estamos “descendo a ladeira” da Era de Peixes. Nova Era é simplesmente isso, a transição da Era de Peixes para a Era de Aquário, e as conseqüências que isso trás para a humanidade.

A Nova Era combate o Cristianismo

Na verdade, o Cristianismo é que combate o bem-estar da humanidade. Não há uma intenção deliberada de acabar com ele, mas sim, um movimento de despertar, natural e espontâneo, que está fazendo as pessoas perceberem as lorotas contadas pelo Vaticano.

A Nova Era é a religião da Nova Ordem Mundial

Já começou a mistura. Nova Ordem Mundial é um assunto que merece um artigo só sobre ele, mas para constar, ele tem relação com a dominação tecnológica, econômica e espiritual das pessoas por parte de um governo único e secreto. Totalmente contrário com o espírito da Nova Era, que é de liberdade, conhecimento e poder para todos. Quem de fato trabalha, e sempre trabalhou para o domínio das massas é o Cristianismo. Basta estudar um pouco de História para perceber isso.

A Nova Era mistura o bem e o mal, unindo todas as religiões em sincretismo

Todas as religiões tem algo de útil a ensinar. Deus não foi patenteado por nenhuma delas, e vamos ser coerentes, se o mundo tem tanta diversidade cultural, porque Ele só mandaria um mensageiro? As religiões orientais mencionam a vinda de vários e vários avatares com mensagens diferentes, para atender às necessidades de diversos povos ao passar do tempo. E agora que podemos estudar seus ensinamentos sem ir para a fogueira, podemos achar várias semelhanças entre eles.

A Nova Era quer igualar os homens a Deus, como tentou Lúcifer

O homem sempre foi Deus, o Cristianismo é que tenta torná-lo menos digno, através do rótulo de “pecador”, e da necessidade artificial de “salvação”. Não existe pecado, nem a necessidade de salvar-se de nada, simples assim, e ninguém está fazendo nenhum esforço para ensinar isso às pessoas – elas estão descobrindo por si sós.

A Nova Era prega a adoração de Gnomos, fadas, ETs e anjos

Essa parte eu reconheço a dificuldade natural de entender. Com tanta esquisoterice por aí, eu mesmo não sei o que é o quê. Mas sei de uma coisa, que é clara e óbvia para qualquer místico, ocultista ou esoterista de qualquer religião (séria): Deus é um só, apesar de seus muitos intermediários.

A Nova Era prega o uso de estados alterados de consciência para enfeitiçar as pessoas

Estados alterados de consciência são usados indiscriminadamente por aí. Militares usam para doutrinar seus soldados, a televisão para estimular comportamentos e igrejas para arrebanhar fiéis. Posteriormente eu vou fazer um post só sobre isso. Em todo caso, é realmente necessário prestar atenção em grupos que trabalham com transe e meditação. Porque você acha que o dízimo só é cobrado depois de muita gritaria na igreja?

A Nova Era prega o relativismo moral

Essa foi a maior besteira que já li. Apesar de realmente existirem pessoas que usam o esoterismo como meio de fazer sacanagem, não se prega nenhum relativismo moral, mas sim, o espírito de liberdade e tolerância. O que está surgindo naturalmente é uma consciência adulta, que consegue transcender a visão maniqueísta de “isso é de Deus, aquilo é do Diabo”.

Agora que já falei tudo que ela não é, vou definir o que ela é: uma mudança de paradigma provocada pelo movimento dos astros no Cosmos. Essa mudança tem múltiplas facetas, mas de forma alguma é um movimento organizado, centralizado, ou intencional: simplesmente acontece, independente das pessoas que tentam desacreditá-la ou distorcê-la.

PS.: Amanda, não deu pra escrever pouco, esse ficou grande mesmo rssssssss

novembro 16, 2008 Posted by | Astrologia, Nova Era, Ocultismo, Religião | 7 Comentários